Bate e Volta em Viña del Mar

Viña del Mar é conhecida como Cidade Jardim, muito arborizada, organizada e limpa é um destino de férias popular entre os Chilenos. O turismo da cidade gire em torno das praias, museus e até um castelo pode ser visitado por lá e a maioria das atrações turísticas são grátis.

Vai passar a noite em Viña del Mar? Faça a sua reserva de hotel a partir desse link: Booking.com

Como chegar em Viña del mar?

São aproximadamente 120km de distancia entre Santiago e Viña del Mar e para alcançar essa cidade litorânea a partir da capital é fácil. Ônibus partem para Viña del mar ou Valparaíso (cidade que fica ao lado de Viña) de 15 em 15 minutos a partir da rodoviária que fica junto ao metrô Universidad de Santiago ou da Estação Pajaritos. A viagem dura cerca de 3h.

Muitas agencias oferecem também um combinado de um dia com as duas cidades (Valparaíso e Viña del Mar) com a facilidade de pegar e devolver o turista na porta do hotel em Santiago.

O que fazer em Viña del Mar?

– Relógio de Flores

Ele foi inaugurado em 1962 como um ponto turístico já que Viña Del Mar foi sede de alguns jogos da copa do mundo e até essa data a cidade não dispunha de muitos atrativos. Ele é um dos cartões postais da cidade e vale a pena a parada para uma foto.

Relógio de Flores

–  Castillo Wulff

Já na chegada a cidade o Castelo Wulff desperta a curiosidade do visitante. O prédio de estilo franco-germânico, teve seu período de construção entre 1905 e 1906 e inaugurado em 1908 para ser inicialmente a residencia do empresário Sr. Gustavo Wulff. Atualmente o prédio pertence ao município e além de ser “Unidade de Patrimônio da Municipalidade de Viña del Mar” funciona como um centro cultural recebendo exposições temporárias e também como um ponto turístico. A entrada é franca. (Foto destacada no início deste post).

– Cassino de Viña del Mar

Um dos cassinos de Viña del Mar fica num prédio belíssimo, justamente na orla da cidade e dentro do Hotel Del Mar. Ele é amplo e com opções de jogos de mesa como roleta e poker, além de máquinas caça niqueis. Caso você não queira apostar nada, vale a pena entrar para conhecer, pois a entrada é franca.

Hotel del Mar e Cassino de Viña del Mar

– Palácio Rioja

O belíssimo palácio que funciona desde 1979 como Museu de Artes Decorativas, ficou fechado desde o ano de 2010 devido a um terremoto que destruiu boa parte do palácio e, após revitalização reabriu em 2016.

Sua arquitetura tem estilo neoclássico francês e o prédio foi erguido em 1906 inicialmente como residencia de um banqueiro espanhol. Seu interior é mobiliado com móveis trazidos da Europa e por lá acontece uma fantástica visita guiada onde as particularidades de cada cômodo são contadas em detalhes pela senhora que conduz o tour.

A construção é um Monumento Histórico Nacional desde 1985 e a visita é gratuita.

Palácio Rioja

– Museu Fonck 

Menos conhecido como Museu de Arqueologia e História Francisco Fonck, além de exposição de peças das culturas primitivas do norte, centro e sul do Chile, tem uma das mais completas coleções referentes a cultura Rapanui, ou seja, relacionadas a Ilha de Páscoa, tanto que na área externa do museu há um Moai original (único fora da Ilha de Páscoa).

De hora em hora acontece uma visita guiada muito interessante que conta com detalhes sobre os artefatos que o museu possui.

O segundo andar conta com uma coleção de animais típicos do país (todos empalhados), que vale a pena conhecer. Para entrar no museu paga-se $ 2700 pesos chilenos (base de preço – setembro de 2017).

Museu Fonk
– Praias
Como já dito, a cidade é muito procurada também por ser um balneário cheio de praias. Sim, ela é banhada pelas gélidas águas do Pacífico. Se você não viajar no verão e não der para nadar no mar, caminhar pela orla até alcançar as dunas pode ser uma ótima opção de passeio na cidade. Brasileiros curiosos costumam pelo menos molhar as mãozinhas no Pacífico, afinal, sabe se lá quando você vai poder tocar de novo outro oceano, não é mesmo?

Onde comer em Viña del Mar?

A cidade é cheia de bares, cafés, lanchonetes e restaurantes espalhados. Tem opção para todos os gostos e bolsos, inclusive opções já conhecidas dos brasileiros como “Pizza Hut”.

Rica em opções de frutos do mar, minha sugestão é que você conheça o pequeno e charmoso Torito Viña Restaurant, com opções de salmão, corvinhas, mariscos e outras iguarias marítimas bem fresquinhas para você escolher. Ok, os preços não são dos mais amigáveis, mas são justos para o que é servido.

Dicas valiosas:

– Tente dormir um dia na cidade para completar o bate volta com mais um dia de passeio. O dia seguinte pode ser aproveitado na cidade de Valparaíso.

One Comment on “
Bate e Volta em Viña del Mar

Deixe uma resposta