Dicas para viajar grávida

viajar grávida

Foto: Pixabay

As restrições para grávidas começam logo cedo, e ao descobrir a gravidez os cuidados devem ser dobrados especialmente no primeiro trimestre. Uma grávida viajante pode achar que isso vai impedi-la de viajar durante os 9 meses de gestação, mas tomando os devidos cuidados não é necessário deixar de viajar.

Aproveitando o momento, já que atualmente também me encontro grávida, resolvi escrever esse post para dar algumas dicas para as leitoras gestantes que também não querem deixar de viajar durante esse período.

Qual a melhor época para viajar grávida?

As melhores épocas para viajar grávida seriam o primeiro e segundo trimestre da gestação. No primeiro trimestre apesar de algumas gestantes sofrerem bastante com os enjoos e sentirem muito sono, a barriga ainda não pesa e ainda não é necessário fazer nenhuma mudança drástica no guarda roupa, pois as roupas ainda servem bem.

Eu considero o segundo trimestre o ideal para viajantes grávidas, e se pudesse escolher apenas uma época para viajar durante a gestação, seria essa. Os enjoos passam, o sono já não é constante, a barriga ainda está relativamente pequena e adaptando a mala com batinhas e blusas largas ainda vai fazer com que a gestante se sinta bem confortável.

Acredito que o terceiro trimestre seja o menos indicado, pois as grávidas ficam muito cansadas com o peso da barriga, têm dificuldade para realizar certas atividades físicas, mesmo pequenas caminhadas e dormir pode ser uma longa peleja, ainda mais longe da sua própria cama.

Viagens de avião

E grávida pode viajar de avião? Bom, eu mesma viajei de avião com algumas semanas de gravidez e ainda sem saber que estava grávida, mas seguindo um passo a passo correto a primeira coisa que se deve fazer é consultar diretamente com seu médico, se ele liberar então sim, você poderá viajar de avião. Mas em geral, grávidas podem viajar de avião se a saúde da gestante e do bebê estiver em dia.

Vale reforçar que cada cia aérea tem suas regras para embarque de gestante e algumas delas inclusive solicitam atestado do médico onde conste a informação de que a grávida está apta a embarcar, e outras, mesmo que com atestado proíbem o embarque depois de uma certa quantidade de semanas, por isso se informe antes de embarcar diretamente na cia aérea e preferencialmente antes de comprar sua passagem para não correr o risco de ter que cancelar ou reagendar sua viagem.

Uma outra questão que deve ser observada é com relação ao assento. Se for possível reserve aqueles assentos com mais espaço para que possa esticar as pernas, seja nas primeiras fileiras, na saída de emergência ou assentos “com mais conforto” que normalmente são cobrados a parte. De preferencia ao corredor, pois em geral grávidas levantam muito mais vezes para ir ao banheiro.

Outro item muito recomendado são as meias elásticas de compressão e além disso também é aconselhável fazer caminhadas para ativar a circulação sanguínea e evitar inchaços, aparecimento de varizes e trombose, pois os riscos são maiores durante um vôo.

Com relação a alimentação, tome muita água e mantenha-se hidratada além de ser importante não esquecer de levar alguns snacks ou frutas na bolsa, pois grávida não pode ficar com fome e não dá pra contar só com o serviço de bordo do avião.

Lembre-se: grávida não pode tomar qualquer tipo de medicamento por isso tenha em mãos os medicamentos recomendados pelo seu médico.

viajar grávida

Grávida de 21 semanas em Rio das Ostras

Viagens de carro e viagens a pé

Viagens de carro e viagens a pé são menos preocupantes para a grávida. Em viagens de carro, evite longas distâncias pois depois de um certo período a posição “sentada” pode começar a incomodar e preveja no roteiro muitos “pit stops” para o xixi.

Nas viagens a pé ou viagens de cidade grande que envolvam longas caminhadas não esqueça de escolher sapatos super confortáveis e programar período de descanso durante o dia, mesmo que seja voltar para o hotel e dormir um pouco. Não force seu corpo a conhecer tudo, entenda que isso é um novo momento do seu corpo e que será impossível manter o mesmo gás das viagens antes da gravidez.

Se for fazer algum tipo de trilha ou se embrenhar na mata não esqueça de reforçar o protetor e do uso constante do repelente, mas lembre-se que atividades físicas devem ser evitadas no primeiro trimestre e após esse período sempre respeite os limites do seu corpo.

Seguro de viagem para grávida

Segurança também é fundamental, seja para o viajante comum, seja para a grávida. Ao embarcar numa nova aventura pesquise se a cidade que está indo possui hospitais que aceitam o seu plano e no caso de uma viagem onde seu plano não tenha cobertura não deixe de contratar um seguro viagem.

Lembre-se que os planos que cobrem gestantes são seguros específicos, a maioria deles restringe o período da gestação e a idade da mulher (a maior parte possui o limite de 40 anos). Além disso, algumas seguradoras também solicitam o aval por escrito do médico.

Fazendo sua cotação através do Seguros Promo e inserindo o código UMAVIAJANTE5 você ainda ganha 5% de desconto no momento da contratação.

viajar grávida

Grávida de 25 semanas fazendo viagem de carro

Que destinos devo preferir?

Cada um tem um estilo de viagem e longe de mim ditar o ritmo da sua viagem, mas nesse momento, idealmente, os destinos procurados devem ser destinos tranquilos, preferencialmente aqueles que não envolvam muitas caminhadas, como por exemplo uma praia com um hotel com boa infraestrutura. Talvez seja até uma boa oportunidade para investir numa viagem de resort.

Se você, como eu é daquelas que gosta de ir para o meio do mato, talvez seja interessante pensar num hotel de serra. Se quiser visitar uma cachoeira sempre escolha aquelas que possuem trilhas de facílimo acesso.

Que destinos devo evitar?

Evite destinos exóticos, destinos onde a base do cardápio são comidas cruas, destinos muito isolados onde não há hospitais para lhe atender no caso de uma emergência, destinos com acesso complicado, como por exemplo aqueles que envolvem várias trocas de vôo ou horas e horas dentro de um barco, destinos especializados apenas em esportes de aventuras, além de qualquer trilha longa ou pontos turísticos com difícil acesso.

Foto destacada no início deste post: Pixabay

Outros posts relacionados:

– Nem todo mundo pode largar tudo para viajar

– 15 aplicativos para otimizar sua viagem

– 15 dicas para viajar barato

PLANEJE SUA VIAGEM UTILIZANDO OS PARCEIROS DO BLOG:

Tá precisando de ajuda pra preparar o seu roteiro de viagem? Usando os links aqui do blog você não irá pagar nada a mais por isso e você ainda ajuda o blog a continuar ativo.

Hotel Booking.com

Aluguel de Carro: Rentcars.com

Aluguel de Casas ou apartamentos: Ganhe R$ 130,00 de desconto na sua primeira reserva pelo Airbnb

Seguro viagem: Seguros Promo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *