0

Roteiro de 02 dias em Cachoeiras de Macacu

A cidade ainda é pouco conhecida para quem não é no estado do Rio, mas por lá ela é conhecida como “Terra das Águas Cristalinas”. Recheada de riachos e cachoeiras que podem facilmente ocupar um final de semana. Além disso, Cachoeiras de Macacu fica à apenas 102 km do Rio de Janeiro, ou seja, é alcançada rapidamente após 2h de viagem.

Decidi retornar a Cachoeiras de Macacu 11 anos depois da minha primeira visita, pois quando parei para rever as informações dessa viagem percebi que não tinha sido uma viagem muito proveitosa. Então fiz um roteiro recheado de cachoeiras e peguei a estrada para lá. Para saber mais sobre a minha primeira visita a cidade visite o link Passeio em Cachoeiras de Macacu.

Onde se hospedar em Cachoeiras de Macacu?

Uma ótima opção de hospedagem em Cachoeiras de Macacu é a pousada A Marca do Faraó, que fica a 8 km do centro da cidade. A pousada possui ambiente familiar e muitas opções de lazer como piscina, quadra de futebol e volei, lago para pesca esportiva, lago para prática de caiaque, cascatinha, interação com os animais, entre outros atrativos. Para saber tudo sobre a pousada visite o link Pousada A Marca do Faraó em Cachoeiras de Macacu – Review

O que fazer em Cachoeiras de Macacu?

A cidade atrai seus visitantes em função dos poços, riachos e cachoeiras de águas cristalinas. E eles são inúmeros, alguns com fácil acesso e outros com acesso através de trilhas escorregadias, mas que valem ser encaradas para no final, contemplar mais um espetáculo da natureza.

– Poço do Valério

O Poço do Valério é a opção de acesso facílimo, no centro do bairro do Valério. É possível estacionar o carro ao lado do poço. Por ser um poço sem dificuldade de acesso, ele acaba ficando cheio. O local é rodeado por barzinhos simples e também há um playground para as crianças.

 

– Poço da Samambaia

É um belíssimo poço da cidade. Você pode localizar o início da trilha através do GPS. Ao chegar na placa sinalizada por “Samambaia” (vide foto abaixo),  ignore a sinalização de “Propriedade Particular Rural” e caminhe por aproximadamente mais 10 minutos pela trilha, que é bem demarcada, para alcançar o poço.

 

 

– Pocinho

A trilha que leva a Cachoeira das Sete Quedas, no Bairro de boca do Mato, descortina outras surpresas. A 05 minutos do início da trilha já é possível encontrar o pocinho. Primeira opção para se refrescar antes de seguir em frente.

 

– Cachoeirinha Colibri

A outros 10 minutos de caminhada a partir do Pocinho alcança-se a Cachoeirinha do Colibri. Otima para fazer uma hidromassagem natural.

Cachoeirinha do Colibri

 

– Furna da Onça

A belíssima cachoeira da Furna da Onça, também faz parte desse circuito, porém há uma bifurcação sinalizando quem vai acessar a Furna da onça e quem irá seguir direto para as Sete Quedas, sugiro que conheçam as duas.

Bifurcação

 

– Sete Quedas

A Cachoeira das Sete Quedas fecha o circuito, aproximadamente 30 minutos de caminhada depois da furna da Onça. Ela não possui poço para banho, mas vale admirar a sua queda de quase 60 metros de altura. (Foto destacada no início deste post).

– Roncador

A cachoeira do Roncador fica no bairro do Faraó e não é sinalizada, nesse caso o ideal é tentar seguir com alguém que já conheça o local. Caso queira chegar sozinho, siga até a pracinha de faraó. Haverá uma bifurcação na praça, siga pela rua da esquerda. Então, 2km a frente será necessário adentrar uma propriedade particular (peça indicações aos locais sobre a entrada do local). Também é possível se aproximar da entrada da cachoeira através do GPS. Há duas trilhas, uma que alcança a cabeceira da cachoeira e outra que acessa o poço. A trilha do poço é complexa e escorregadia, mais vale todo o esforço.

Cachoeira do Roncador

 

Período da viagem: Junho de 2017

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply